VAMPIRISMO
É RELIGIÃO?

página 1 de 4

PRÓXIMO >>>



Alto relevo de uma "Strix" - antiga Civilização Romana.

As Strix eram praticantes de vampirismo e magia noturna (dai serem representadas simbolicamente como corujas ou meio humanas e meio corujas) que vagavam físicamente ou como fantasmas (dai serem representadas como aladas) deslizando pelas estradas romanas e nos cemitérios e catacumbas que as ladeavam, associadas ao séquito da Deusa Hecate, senhora da magia, dos fantasmas e dos vampiros reais, como o eram as Strix e as Lâmias. Estas entidades noturnas eram responsabilizadas por todas as calamidades então inexplicáveis, como pestes, epidemias, falecimento de recém nascidos e abortos naturais, assim como continuarão sendo as bruxas na Idade Média. Seja como for, sua associação com a religião da época é inegável.

Mas o que é Religião para a Antropologia?

Aqui colocaremos apenas uma sutil introdução de um assunto imensamente mais complexo e cheio de reflexões críticas, em que diversos autores debatem complexificando um assunto aparentemente simples. Um aprofundamento será providenciado no tópico deste site denominado "Artigos".

A Antropologia questiona se é possível utilizar o termo "religião" para todas as culturas em todo mundo. Um mesmo termo para todas, seria como igualar concepções da realidade tão diferentes entre si como o cristianismo e o Budismo Theravada, por exemplo, em que este último não acredita nem em espíritos, nem de Deus ou Deuses. Sob este ponto de vista, chegam a postular que o termo religião só poderia ser utilizado para o Judaismo, o Cristianismo e o Islamismo e para as outras preferem usar o termo "Cosmologias de Mundo". No entanto nem todos os antropólogos pensam assim, e o uso não é tecnicamente proibido pois o termo "religião" se referiria justamente à "Cosmologia de Mundo", que varia de cultura para cultura.

Para fins de exposição e praticidade, adotaremos apenas o termo religião. Mas o que é religião? Darei aqui algumas das definições clássicas:

PRÓXIMO >>>