página 2 de 7

<<< VOLTA                                              PRÓXIMO >>>

Sagrado Vampírico: O que é ser um vampiro real de energia vital para você? Quais são as características e os elementos essenciais dos mesmos? É possível reconhecer um?


Frater V.::O arquétipo do vampiro é um dos poucos que está presente em todas as culturas, como por exemplo, o Ekimmu, Lamia, Strigoi, Raksasha entre outros, tendo forte influência na psique humana e no inconsciente coletivo. Um vampiro de energia real corresponde a estes símbolos, é na minha ótica um ser com possibilidade de desenvolvimento e potência ilimitados, é uma entidade única que está interligada ao mundo físico e planos sutis podendo existir e coexistir com os mesmos.

As características que observo fora essa interação ou mediunidade é uma sensibilidade maior para lidar com a energia, uma forte empatia para com os outros seres, magnetismo animal ou mesmerismo, intuição acentuada ou mesmo características físicas como temperatura um pouco abaixo do normal, força física discrepante com sua massa muscular e acima de tudo a psique do indivíduo é ligeiramente diferente de outros, tendendo ao individualismo, uma "fome de viver" muito acima dos demais e uma mente curiosa e inquisitiva que nos leva muitas vezes a pesquisas em lugares poucos visitados pelos mundanos.

Podemos dizer que todos os indivíduos nascem com um potencial adormecido, porém poucos conseguem desenvolver este, sendo identificados por sua visão de mundo e uma espécie de assinatura energética chamada de farol que pode vir a se tornar um vampiro real, dependendo de sua vontade e da cultura que o mesmo é exposto.

 

Sagrado Vampírico: Você segue alguma religião? Você pertence a algum grupo ou segue uma filosofia vampírica em particular?

Frater V.:: Tenho minha religião no sentido de relligare, ou seja, voltada para o autoconhecimento e aproximação com meu self, utilizo meditações, transes, xamanismo e outros sistemas que sinta afinidade em particular, e procuro na maioria das vezes técnicas que possuam valor prático para aplicação neste plano.

Atualmente me encontro como ronin da OSV, ou seja, sou um Strigoi Vii, porém sigo meu caminho de forma independente.

Sagrado Vampírico: Muitas pessoas de fora da senda vampírica associam no ocidente cristão o vampirismo de energia vital a uma prática ligada necessariamente ao satanismo ou ao luciferianismo. O que pensa disto? Esta associação é correta? Até que ponto?


Frater V.: :Digamos que o individualismo visto na cultura vampírica é semelhante ao que encontramos no satanismo moderno e no luciferianismo, não são necessariamente ligadas, pois são correntes distintas em suas práticas e filosofias, porém podemos encontrar vampiros satanistas(La Vey) e luciferianos.

Em minha visão o luciferianismo tem maior proximidade com o vampirismo pela liberdade de crença que estes indivíduos possuem, por seu respeito à outras sendas, sendo exotéricas ou esotéricas e pelo amor ao conhecimento e sede pelo mesmo, já o satanismo moderno possui uma postura mais fechada e desafiadora, por influência do arquétipo que utilizam, podendo apresentar dificuldades para lidar com o que é diferente dele, partindo do principio etimológico do termo "Satan" - o opositor, que visa opor conhecimentos ou apresentar temas contrários para chegar ao entendimento, se contrapõem as idéias de outros, buscando o enfrentamento, muitas vezes a intenção deste ato é mudar a natureza dos mesmos para algo mais próximo ou igual a este agente inicial, a meu ver esta atitude é contraproducente ou por vezes antiética, pois não podemos esperar que todos os seres tenham pensamentos e atitudes semelhantes ás nossas, tampouco que tenham os mesmos ideais e crenças.

<<< VOLTA                                              PRÓXIMO >>>