ENTREVISTA
COM

ARADIA VAMP
DOS
SERÕES DA QUIMERA


página 1 de 7

PRÓXIMO >>>


Aradia Vamp
Aradia Vamp

Antes de tudo, quero agradecer a Aradia Vamp pela gentileza de conceder esta entrevista ao site Sagrado Vampírico. É uma honra e satisfação para mim entrevistá-la, e esperamos que com isto possamos levar um pouco de seu pensamento, filosofia e experiência dentro da subcultura vampírica. Aradia é estilista, criadora e produtora de moda, fazendo parte da Equipe Executiva dos SERÕES DA QUIMERA, um projeto de Conferências mensais on-line sobre vampirismo real no MSN.

Iniciemos então a entrevista:

Sagrado Vampírico: Há hoje muitas vertentes dentro da subcultura vampírica, e na verdade não somos tão unidos como poderíamos ser, movidos por razões variadas. Há, por exemplo, aqueles que acham que o vampirismo é apenas é uma doença que gera um deficit na absorção de energia que nos obriga a drenar vitalidade do meio ambiente e seres ao redor, consciente ou inconscientemente, e outros que acham ser o vampirismo uma prática ocultista como outra qualquer, como a magia e a alquimia. E ainda há aqueles que pensam que vampirismo é apenas estilo de vida, usar dentes postiços e lentes de contato; O que pensa de tudo isto? Vampirismo é doença? Vampirismo é ocultismo? Vampirismo é estilo de vida? O que é ser um Vampiro Real para você? O que caracteriza um Vampiro Real?


Aradia: Sim, hoje há uma grande "febre vampirica" que paira sobre todas as partes do nosso planeta. Isso trouxe muitos reais e supostos despertares. Não sei dizer ainda se isso é bom ou ruim mas contribui para o aumento de tais vertentes. Pensar em uma total união entre elas seria inimaginavelmente belo mas utópico pois o vampiro real e o fictício têm o ego muito aflorado e é daí que derivam os muitos desentendimentos; apesar da maioria, principalmente os que convivem com o despertar a mais tempo, manterem ao menos o respeito entre si. Sobre o fato de muitos acreditarem que vampirismo é uma doença, depende do modo que se vê. Em minha concepção há uma deficiência energética no fisico do vampiro que ele não consegue repor sozinho. Realmente necessita da absorção prânica tanto da forma sanguínea como psy. O perigo é se alimentar de forma inconsciente como todos sabemos. Tenho pesquisado há pelo menos 5 meses sobre o dna vampirico e estou gostando do que estou vendo.




PRÓXIMO >>>